Lições de História


Lições de História

Lições de História

Não há dúvida que as lições de História são extremamente elucidativas. Estando eu a ajudar a minha filha a estudar para o ponto de História, que inclui o tema “colonialismo e imperialismo”, deparo-me com a seguinte citação proveniente do discurso do senador norte-americano Albert Beveridge, pronunciado em Boston, em Abril de 1898:

“As fábricas norte-americanas produzem mais do que o povo americano pode utilizar; o solo norte-americano produz mais do que podemos consumir. O destino traçou a nossa política: o comércio mundial deve ser e será nosso. E nós vamos consegui-lo, como a nossa mãe (Inglaterra) nos ensinou. Em todo o mundo, estabeleceremos sucursais comerciais como centros de distribuição dos produtos americanos. A nossa frota comercial cruzará todos os oceanos. Edificaremos uma marinha à medida da nossa grandeza. As nossas sucursais comerciais tornar-se-ão colónias, que se governarão a si próprias, içarão a nossa bandeira e farão comércio connosco. Pela via do comércio, as nossas instituições seguir-se-ão à nossa bandeira. E a lei americana, a ordem americana, a civilização americana e a bandeira americana serão içadas em territórios até então sangrentos e selvagens que, através destes instrumentos de Deus se tornarão belos e civilizados.”

Neste sentido, saudações da Monsanto!
O que no fim do século passado podia ser dito às abertas é agora enroladinho por exemplo num Tratado Transatlântico de Comércio e Investimento… Vá-se lá perceber porque é que os governos europeus estão tão entusiasmados com a ideia…

http://aventar.eu/2015/12/06/licoes-da-historia/